VITÓRIA EM EBENEZER

30/07/2010 11:56

Texto

Então Samuel pegou uma pedra e a ergueu entre Mispá e Sem; deu-lhe o nome de Ebenézer, dizendo: “Até aqui o SENHOR nos ajudou” – I Sm 7.12

 

INTRIDUÇÃO:

 

Samuel foi o último juiz sobre Israel. Após vários anos, Israel perdera seu propósito de tornar-se Reino de Deus na terra. A arca do SENHOR havia sido levada pelos filisteus e posteriormente devolvida, mas não retornara ao seu lugar de culto.

Ela foi levada para a casa de Abinadabe e ali ficou por longos vinte anos. O santuário em Silo foi destruído e durante todos esses anos a arca foi simplesmente esquecida pelos israelitas e seus governantes.

A glória se foi (Icabode ou icabô). Israel então passa a chorar e suplicar pelo favor de Deus, porque a ausência da Glória de Deus os tornava cativos, oprimidos, escravos de situações difíceis e presas fáceis de seus inimigos.

Samuel reuniu o povo em Mispa (Torre de Vigia): era uma localidade onde o povo acostumava a se reunir em grandes emergências nacionais (Josué 18:26; Juizes 20:1, 3; 21:1, 5). Estava cerca de 11 quilômetros ao norte de Jerusalém, no monte mais alto da redondeza, uns trezentos metros de altitude acima da planície de Gibeão. Mais tarde foi ali que Saul, o primeiro rei de Israel, foi identificado e apresentado ao povo (1 Samuel 10:17 em diante).

Em Mispa tiraram água e a derramaram perante o SENHOR: um símbolo de arrependimento do pecado, deixando os ídolos e seguindo somente o SENHOR.

 

 

 

I. O Chamado de Samuel

 

1. Em meio a decadência Espiritual

- O filho de Eli eram filhos de Belial – Isso porque    eram mau.

- Serviam no Tabernáculo, mas não conheciam o Senhor intimo e pessoal.

- Se ajuntavam na porta da tenda

 

2. Eli era um sacerdote fraco

- Sei filhos se ajuntavam na porta da tenda com as mulheres ali deitavam-se com elas, Eli, 

   já não possuia mas autoridade para repreender seus filhos.

- Nada deixa mais entristecido um pai já velho do que filho desobediente em sua velhice.

 

3. Sucessão ministerial

- Deus tira de a sucessão sacerdotal que cabiam os filhos de Eli.

 

II. Começo do ministério de Samuel.

 

1. Crise no sacerdote.

 

- Não havia visão manifesta – Talvez porque não havia israelitas Fileis.

- O texto sagrado em hebraico, indica que ele estava deitado dentro do templo próximo a

   arca do Senhor – Dormia como um servo vigilante.

- Enquanto Eli deixava seus filhos darem coice no altar (I Sm 2.29), Samuel deitava ao lado

   da arca.

- Os que me desprezam serão envelhecidos (I Sm. 2.30)

- Eli não alcançou êxito na promessa feito a seus pais, através de Arão.

 

2. Samuel chamado e consagrado diretamente por Deus.

 

- Samuel recebeu  o chamado e foi consagrado diretamente por Deus.

- Samuel é considerado o maior profeta apontado formalmente por Deus, depois de Moisés.

 

III. Um ministério com a Glória fora do seu lugar.

 

1. A Arca havia sido tomada.

 

-  Israel perde a 1ª batalha para os filisteus

- Na 2ª batalha Israel leva a Arca para o campo, imitando os pagão que levavam seus

   ídolos na esperança que esse  entregasses seus inimigos em suas mão.

- Israel Perde a pela o símbolo da presença de Deus.

- Eli cai da cadeira e morreu por era velho e pesado

- Sua nora da luz e morre.

- Icabô – foi se a Glória

 

2. A glória de Deus na fica o fora do seu lugar

 

- No templo de Dagon – ela quebra o ídolo ao meio

- Deus não mora de parede meia.

 

 

IV. Vitória em Mispa

 

1. Havia 20 anos que arca tinha sido tomada em Siló

- Samuel convoca o povo ao arrependimento em Mispa depois de reorganizar a

   congregação.

- Possivelmente a arca de ficado em Quriate-Jearim por cerca de 100 anos, ela foi levada

 para lá em 1101 a.C logo após a batalha de Afeque (ou cidade de Afeque.

 

2. Requisito para a vitória

 

- Se converterdes de todo vosso coração ( I Sm. 73)

- Tirar os ídolos – Tudo que atrapalha a receber a benção.

 

3. A oração do homem Deus frente a congregação.

 

- Congregai todo o Israel em Mispa:

 - Mispa – Torre de vigia – 12 km  norte de Jerusalém O que Israel precisa Fazer:

- Derramarão água – Símbolo de arrependimento

- Deus deu tamanha vitória que os filisteus não fizeram mais ataque aos Israelitas durante

   todo o tempo que Samuel foi Juiz  em Israel.

 

4. O grito de Vitória

 

- Ebenezer até aqui nos ajudou o Senhor.

 

Aplicação da lição:

- Saber que mesmo quando o povo se corrompi, Deus tem alguém que faz a diferença.

- Anos sem Arca, mas Samuel acreditava na vitória.

- O tempo da Espera será compensado pela vitória .

 

CONCLUSÃO:

 

Como Samuel, precisamos levantar os marco da nosso vitória celebrando com um culto a Deus.

Samuel, a semelhança de Josué, levantou um marco feito de pedra, um memorial que maçou a vitória e o livramento dado por Deus.

Ebenezer, até nos ajudou o Senhor.

 

Colombo - 180710