O DERRAMAMENTO DO ESPITO SANTOS NO PENTENCOSTE

16/01/2011 15:26

 

Texto 2.1-6,12

 

Introdução:

 

No Pentecostes cumpriu a promessa do derramamento do Espírito Santo profetizado por Joel.

Essa chama ascendeu no pentecostes e foi se espalhando por todos os ponto do mundo conhecido e chegou até nós.

A marca do poder do Espírito Santo, agora, para sobre a igreja Pentencostal  no Brasil. São cem anos de avivamento e derramamento do seu poder.

A igreja marca contra as hostes infernais e é vencedora porque o Espírito Santo da força.

 

I. O BATISMO COM ESPIRITO SANTO

O batismo com Espírito Santo é uma força renovadora para cada crente em Cristo Jesus que precisa trabalhar no abra do Senhor contribui para o reino de Deus crescer na terra.

 

1. O Batismo com Espírito Santo.

  Jesus prometeu o revestimento com espírito Santo. Traz ao crente um revestimento de poder sobrenatu­ral. Jesus prometeu: "Ficai, porém, na cidade de Jerusa­lém, até que do alto sejais revestidos de poder" (Lc 24.49).

  Faz do crente uma testemunha poderosa do Evange­lho: "Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra" (At 1.8).

  Traz aos crentes uma espécie de "unção universal" entre os filhos de Deus, unindo-os em um só corpo. Paulo afirma: "Há um só corpo e um só Espírito" (Ef 4.4). A operação miraculosa do Espírito Santo na vida da Igreja derruba todas as barreiras e preconceitos nacionalistas.

 

 

“ Eis que sobre vós envio a promessa de meu pai; ficai, porpem; Ficai na ciade de Jerusalém,  até eu do alto sejais revestido de pode. (Lucas 24.49)

Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária, e até os confins da terra. (Ato 1.8)

 

Um dos propósitos do batismo com Espírito Santo é capacitar o crente na proclamação do evangelho. Ser-me-eis testemunha .....

 

Eis que vos dei autoridade para pisar serpentes e escorpiões, e sobre todo o poder do inimigo; e nada vos fará dano algum. ( Lucas 10.19).

 

Esse poder estaria vinculado ao batismo com Espírito Santo para cada cristão mais tarde

 

2. Evidencias iniciai física do batismo com Espírito Santo.

 

Um crente batizando com Espírito Santo, é conhecido pela manifestação de linha estranha, ou língua desconhecida.

No entanto precisamos deixa claro, que nem sempre essa linha desconhecida é sobre natural. Muitas vezes são línguas nacionais, como no caso do dia de Pentecostes.

 

 

II. FUNDSAMENTOS DO BATISMO NO ESPIRITO SANTO

 

O Batismo com Espírito Santo, não está apenas fundamento em textos do novo testamento. No antigo testamento temos muitos texto que falam do derramamento sobre os crentes.

 

Porque derramarei água sobre o sedento, e correntes sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade, e a minha bênção sobre a tua descendência ( Is 44.3)

 

Acontecerá depois que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos anciãos terão sonhos, os vossos mancebos terão visões;

29 e também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito. (Jl. 2.28,29)

 

 

1. Moises – Setenta varões são cheio do Espírito Santo e profetiza (Nr.11. 24, 26)

Moises tinha uma grande missão, e para isso precisava contar  com homens cheio o Espírito Santo. No entanto só  vemos uma única vez esses homens profetizando como naquele dia.

 

2. Isaias –  O evangelista do Antigo Testamento deu sua marca nas profecias pré-cenacular, é se estende até os momentos finais da Igreja

 

Porque derramarei água sobre o sedento, e correntes sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade, e a minha bênção sobre a tua descendência ( Is 44.3)

 

3. Joel -  Joel após escreve um período de angustia para a nação de sua época, ele conclui dizendo: “Há de ser que, depois . . .  (Joel 2.28)

Nos versículos anterior vemos que a nação passava uma crise espiritual, como podemos observa no versículo 17 desse capitulo, quando ele chama atenção dos sacerdotes e ministro do Senhor.

 

4. João Batista -  Apareceu no deserto da Judéia pregando o batismo do arrependimento, mas em dado momento de sua mensagem ele traz ao conhecimento de seus ouvinte que logo viria outro mais poderoso que batizaria com Espírito Santo e Fogo, cujo batizador, ela não era digno nem de levar suas sandália.

João preparou o caminho do Senhor em dois sentidos:

1.     O batismo arrependimento

2.     A Promessa de outro que batiza com Espírito Santo e com fogo.

 

5. Jesus  - Jesus veio e reafirmou as palavra de João (At. 1.5) acerca da sua pessoal, no entanto,a gora, Jesus estava indo para o Pai, mas pediu para que seus discípulos não se ausentasse de Jerusalém, mas que esperasse a descida do Espírito Santo.

Jesus que nos deixaria órfão, mas que enviaria o consolado  O consolador”, para ficar conosco todos os dias, ata a consumação dos séculos

 

 

III. O BATISMO NO ESPIRITO SANTO NA HISTÓRIA DA IGREJA

 

Como vimos anteriormente, que desde o Antigo Testamento, o batismo no Espírito santo, embora numa forma profética ele esteve presente através dos séculos. Desde a era apostólica, ou seja, dos 30 aos 100  da nossa  historia.

 

No período da patrística, ou seja do pais da igreja, muitos desse homens s´´o venceram porque estavam cheio do Espírito Santo.

BIOGRAFIAS DOS PAIS DA IGREJA

Clemente: Escritor de Alexandria, 155-220.

Inácio: Bispo de Antioquia na Síria, I e II século.

Policarpo: Bispo de Esmirna, 70-155.

Justino, o Mártir: Apologista de Samaria, 100-165.

Irineu: Polemista anti-gnóstico de Esmirna, 130-200.

Tertuliano: Escritor e Apologista de Cartago, 160-230.

Orígenes: Escritor e Teólogo de Alexandria, 185-254.

Cipriano: Polemista anti-novaciano de Cartago, 246-258.

Eusébio: Historiador da Igreja, 265-339.

Jerônimo: Tradutor da Bíblia para o Latim, a Vulgata, 325-378.

Crisóstomo: Expositor e Orador de Antioquia, 347-407.

Agostinho: Filósofo e Teólogo de Hipona, Norte da África, 354-430.

John Wycliff: Reformador e Tradutor da Bíblia para o Inglês, 1328-1384.

John Huss: Professor e Reformador da Boêmia, 1372-1415.

William Tyndale: Reformador e Tradutor do Novo Testamento, 1494-1536.

Martinho Lutero: Reformador da Alemanha, 1483-1546.

João Ferreira de Almeida: Tradutor da Bíblia para o Português, 1691.

 

IV. OJETIVO DO BATISMO NO O ESPIRITO SANTO

Fico corado e vermelho quando veja alguns suposto avivalistas que usando o poder do Espírito Santo para se auto promover.

O objetivo do batismo com Espírito Santo foi nos dado a fim de proclamarmos o evangelho de Cristo.

O batismo com Espírito Santo nos torna mais acessivo as coisa Santa, e no leva a um Espírito mais devoto. Perseverança na doutrina  (At. 2.42,43)

 

CONCLUSÃO

Deus continua a derramar o Seu Espírito sobre a igreja do Século XXI, ou estamos estagnados?  

Contato

J A I M E B E R G A M I M

jaimebergamim@bol.com.br e jaimebergamim@gmail.com.br

Fone: XXX (41) 3537.3738
tuitter:
@bergamimjaime
http://minist-jaimebergamim.webnode.com.br
Site da Igreja:
http://igrejaaltodacruz3.webnode.com

Pesquisar no site


A terceira idade; por que devo me preocupar se sou apenas um jovem.

Veja as causas

pbjaimebergamim.webnode.com.br/news/a-terceira-idade-eu-vou-chegar-la/

ORE E DIVULGUE NOSSO SITE

Crie um site grátisWebnode