A AUTENTICIDADE DA PROFECIA

29/07/2010 15:40

 

 

Texto Is. 53.2-9

INTRODUÇÃO

 

As profecias a respeito do nascimento, sofrimento, morte e ressurreição de nosso Senhor Jesus, têm grande importância para nós. Quando estudamos o Novo Testamento, então compreendemos de forma clara como Deus usou os Seus santos profetas nessa árdua tarefa de transmitir aos homens os oráculos de Deus.

considerações:

A profecia referente ao nascimento de Jesus através de uma virgem tem uma beleza incalculável. Vejamos por que:

Is. 7.14, nos afirma que Ele nasceria de uma virgem.

No idioma Hebraico tem duas palavras para virgem

 

1. Primeira palavra no sentido de virgem é BETHULAH – que dizer uma moça vigem, usado em vários texto da Bíblia; Ex: Com relação a Rebeca (Gn 24.16), a filha de Jefté ( Jz 11.37) e Etc.

 

2. Segunda palavra é ALMAH - Que significa moça virgem na idade de casar, que tenha sido prometida em casamento, ou já casada, mas que ainda na tenha ido para a companhia do marido.

Essa era a situação de Maria. Moça virgem que já estava desposada com José, mas ainda não coabitará com ele.

 

I. O desprezo do Senhor.

 

1. Apresentação do Senhor

 

Todo o capitulo 53 do profeta Isaias trata-se do plano de fundo da vinda de nosso Senhor Jesus a este mundo.

- O texto nos descreve como seria a sua vida a esta terra. Isso profetizado em aproximadamente no ano 700 a.C. quando o profeta diz que ele ficaria mudo diante de seus acusadores. Uma autentica profecia que se  cumpriu literalmente Em Mateus 27.12-14.

- O mesmo capitulo registra que ele seria crucificado entre

 dois malfeitores. (Is. 53.12b)... Contado com os transgressores...

 

2. Mensagem do Senhor

 

O capitulo 53 de Isaias, já previa que a mensagem de Cristo não seria aceita: Quem deu Crédito a nossa pregação...

Nem os milagres operado pelo Senhor Jesus foi bastante para desperta a credibilidade de todos, ele não foi aceito nem mesmo no meio de seus parentes.

No entanto, isso mais uma vez não é novidade para o leitor e estudante das escrituras, Isaias já havia profetizado

 

Isaias profetizou que o ministério de Jesus começaria na Galiléia, Is 9.1 “Mas terra que foi angustiada não será entenebrecida. Ela  envileceu nos primeiros tempo, a terra de Zebulon e a terra de Nafitali, mas nos últimos dias, a enobreceu junto ao caminho, além do Jordão, a galiléia dos gentio”.

Cumpriu-se em Mateus 4.12-13,17, quando Jesus começou ter seus primeiros discípulos

Mt 4.16 “O povo que andava assentado  em trevas viu uma grande luz, e os que estavam assentado na região e sombra da morte a luz raiou.

 Mt 4.21 vemos encontrando alguns discípulos: Tiago, João e seus irmãos que estavam concertando as redes e Jesus o chamou para serem seus seguidores, e eles imediatamente deixaram as redes e seguiram.

 

3. Aparência e rejeição.

 

Isaias 53.3 Diz que Jesus era desprezado e o mais indigno entre os homens, homem de dor e experimentado no trabalho..

Desde o seu nascimento até a sua morte Jesus foi rejeitado pelos homens. Nasceu numa simples manjedoura, um buraco cavado na rocha para os animais se abrigarem do frio. Jesus não teve um berço com coxão de espuma ou uma manta de edredom para aquecê-lo, mas em vez disso, um lugar simples e humilde e aquecido pelo vapor expelido pelo respirar dos animais. Não tinha lugar para ele na estalagem (Espesse de hotel), não tinha lugar para Ele no palácio, pois lá estava Herodes. Não tinha lugar para Ele no sinedrio, pois La estava Caifaz e mais tarde o beijo de Judá. Mas Jesus encontrou lugar no meu e no seu coração. Aleluia.

 

II. Paixão e morte de nosso Senhor Jesus Cristo

 

Todo cenário do capitulo 53 de Isaias, marca por completo a nossa lição neste domingo. É impossível descrever todas as profecias a respeito de Jesus.

No Salmo 41.9 é profetizado que Ele seria traído por um amigo: “Até meu próprio amigo intimo, em quem eu tanto confiava, comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar”

Cumpriu em Mt. 10.4  - Quando Mateus descreve a missão dos doze , Judas estava lá “ O que o traiu”.

 

Zc.11.12 Profetiza que ele seria vendido por 30 moedas de prata “E pesaram o meu salário, 30moedas de prata”.

 

Zc 11.13 - E que essas moedas de prata seria comprado o campo do oleiro

“Arrojei isso ao oleiro, esse belo preço que fui avaliado por eles. E tomei as trintas moedas de pratas e as arrojei ao oleiro na Casa do Senhor.

 

Vale apena ressaltar que o oleiro na concepção judaica, era aquele profissional que criava artigo de pouco valor. Assim fica claro que Jesus foi vendido por um preço humilde e desprezível.

Outra tradição diz que trinta moedas de pratas era o preço que se pagava por um escravo doente, homem sem valor.

 

Jesus seria acusado  - foi acusado de falsa testemunha em  Mt. 26.59-61, mas mil anos antes o Salmista no Sl; 35.11 já havia profetizado: “Falsas testemunhas se levantaram, depuseram contra mim coisa que eu não sabia”.

Que ele seria açoitado e ferido – Is 53.5 e Zc 13.6, cumpriu Mt 27.26.

 

Na sua crucificação ele foi rejeitado. O povo balançava a cabeça, em sinal desprezo. Isaias já havia dito.

Que seus ossos não seria quebrado.

Que ele seria escarnecido Sl 22.7-8 , “Todos o que vêem zombam de mim... Mil anos antes de Cristo Davi escreveu isso.

 

Que seus pés e mãos seria furados Sl. 22.16 “Pois me rodearam cães, o ajuntamento de malfeitores me cercou; transpassaram-me as mãos e os pés”.  Cumpriu em Lc. 23.33.

 

Muitas outras profecias relacionadas com a morte de Jesus foram preditas. É impossível numerá-las dado ao exíguo tempo e espaço.

 

III. Lições doutrinárias do sacrifício de Cristo.

 

As profecias sobre Jesus não teria nenhum valor se elas não nos deixasse algumas lições  doutrinarias que enfatizassem o Seu sacrifício.

Isaias diz que Jesus levou sobre si. Isso significa a Sua morte vicária em nosso lugar.

Vicária significa se colocar no lugar de outro, e foi exatamente isso que Jesus faz. Sofre em meu e seu lugar.

 

Ele levou sobre si os nossos pecados, todo o nosso sofrimento. Ele é o cordeiro de Deus que foi morto antes da fundação mundo. Ele é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Ele não cobre o pecado como na velha aliança, mas arranca e joga no mar do esquecimento de Deus, dos nossos pecados Ele não se lembra mais.

 

Conclusão

 

Vale apena estudar as profecias contidas no Antigo Testamento, pois elas apontam para o presente, e muitas ainda para o futuro.

Jeremias viu uma vara de amendoeira que apontava a Deus que vela pela sua palavra para cumprir.

Há no Novo Testamento cercas de 41 referencia a Jesus como filho de Deus. Levando em conta apenas o texto de Sl.2.7 “ Recitarei o decreto: O SENHOR ME DISSE: Tu és meu filho; eu hoje te gerei”.

Que Deus nos de sua graça para compreendermos o valor da verdadeira profecia e o quanto ela é importante no curso da história e na vida da igreja.

Tenham todos uma boa aula.

 

Pb. Jaime Bergamim

Igreja Evang. Assemb de Deus

Bairro Rio Verde – Colombo – Pr.

Contato

J A I M E B E R G A M I M

jaimebergamim@bol.com.br e jaimebergamim@gmail.com.br

Fone: XXX (41) 3537.3738
tuitter:
@bergamimjaime
http://minist-jaimebergamim.webnode.com.br
Site da Igreja:
http://igrejaaltodacruz3.webnode.com

Pesquisar no site


A terceira idade; por que devo me preocupar se sou apenas um jovem.

Veja as causas

pbjaimebergamim.webnode.com.br/news/a-terceira-idade-eu-vou-chegar-la/

ORE E DIVULGUE NOSSO SITE

Crie um site gratuitoWebnode