A OPÇÃO PELO POVO DE DEUS

18/06/2010 22:59

 

Texto:  Jr. 40.1

 

Introdução:

 

Jeremias foi um profeta que tinha por prioridade o seu povo. Isso fica muito claro quando estudamos o seu livro, alias, estudamos durante esse trimestre que estamos findando.

Aos olhos humanos, nenhum homem faria opção por um povo que praticamente rejeitado por Deus, pelo menos naquele momento, conforme: 

(Jeremias 15 : 1) DISSE-ME, porém, o SENHOR: Ainda que Moisés e Samuel se pusessem diante de mim, não estaria a minha alma com este povo; lança-os de diante da minha face, e saiam." 

 

Mas, mesmo assim Jeremias se coloca na brecha em favor do seu povo. Que lida lição que nos deixa esse grande homem de Deus.

 

I. As profecias de Jeremias se cumprem

 

1. A destruição de Jerusalém

 

Deus vela pela sua palavra; Deus havia mostrado para Jeremias tudo o que estava acontecendo naquele momento, pois na visão da vara de amendoeira estava claro que Deus ia cumprir com sua palavra:

 

Jr 1:12. E disse-me o SENHOR: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para cumpri-la

 

As palavras dos falso profetas caíram por terra, mas a palavra do homem Deus permaneceu. Ele tinha a convicção conforme o texto acima.

 

Jerusalém foi sucumbida em 586 a.C.  os muros foram derrubados, e tempo foi queimado, sim o templo que parecia ser a garantia de proteção para a nação. O templo sem a presença de Deus não tinha nenhum.

Os nobres foram levados cativo, e os pobres deixados.

 

Judá tenha gozando um tempo chamado de “A idade Áurea da  Profecias!”, período que vai desde os últimos anos de Israel, até a queda de Judá .

 

Houve dois grande impérios influente na vida política de Judá, o da Assiria e o de Babilônia. A Assíria conquistou Israel em 722 a.C, mas fugiu diante de Judá, quando o anjo do Senhor eliminou 185.000 do exercito de Senaqueribe. Aproximadamente um século depois, Babilônia derrotou a Assíria e se apoderou de Judá. Deus executava o seu Juízo.

O fiel cumprimento das palavra de Jeremias, nenhuma caiu por terra. “Deus vela pela sua palavra”.

 

II. A opção de Jeremias

 

Nabuzaradã, viu que Deus realmente era com o profeta Jeremias, e por esse motivo coloca naquele momento o profeta em posição privilegiado para fazer a escolha que melhor lhe agrade.

Nesse momento Jeremias poderia ter escolhido o palácio em Babilônia, estava livre das algemas, e sob autoridade de quem realmente poderia fazer alguma coisa por ele. Esse capitão reconhece que Deus realmente tinha honrado a Jeremias diante dos falso povo em relação aos falsos profetas que somente mentiram.

 

Estamos quase entrando no mesmo tempo de Jeremias, quando muitos homens da historia negavam um colapso para o mundo, mas a própria ciência moderna, agora tem que aceitar que os cristãos tinham e têm razão. A Palavra de Deus disse:

 

Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido."  (Mateus 5 : 18)

 

Esse é o momento de despertamos do sono ante a ira do Senhor sobre os ímpios. Pense nisso, é serio.

 

Jeremias, então, fez a melhor opção em ficar com o povo menos favorecido do que descer a Babilônia ou para as terras que estava diante dele.

Seria muito melhor ficar sob a guardo do capitão celestial chamado Jeová, do que por um instante estar sob aguarda do perecível Nabuzaradã.

 

Naquele presente momento, para o profeta a aparente perca redundaria em um peso de gloria no futuro; o cuidado pelo povo de Deus é a garantia certa do galardão que nos dará o justo juiz naquele Dia:

 

Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o justo juiz, me dará naquele dia , e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda".

 (II Tm 4 : 7-8

 

 

III. Como os heróis da fé fizeram suas opções

 

Grande homens da Bíblia fizeram semelhantes escolha a de Jeremias:

Abraão: Deixou o conforta da Metrópole de Ur dos Caldeus. Abandou a luxuria das ziguretas para erguer altar e adorar a Deus em céu aberto, morando em tenda e indo para uma terra que o Senhor havia de mostrar.

 

José:  Um moço sem rancor e ódio, que preferiu a humilhação de reconciliar com o seus irmãos sem esses o reconhece, e ainda suprindo suas necessidades matérias.

         Muitos homens de Deus na atualidade, que ocupam púlpitos e tem altos prestígios nas hierarquias eclesiásticas, jamais se curvam ou descem de seus pedestais em favor daquele que eles mesmos feriram e fizeram distanciar da igreja, quanto mais por aqueles os ferem.

         A posição que ocupam está acima dos interesses espirituais e da missão para quais foram chamados, e o resultado disso tudo são as evasões de membros, e templo vazios, e ainda por cima colocam a culpa de frieza espiritual. Que Deus tenha misericórdia de tais, e levante entre eles alguns Josés pronto a de sacrificar pelo seu povo.

 

Moises: Nenhum homem foi comprado a Moisés. Ele tinha um futuro promissor, estava muito perto de ser o próximo Faraó do Egito. Formado em toda a ciência do Egito. No entanto, preferiu defender seu povo a partir do memento matou o egípcio e enterrou na areia.

         Hoje a posição e a fama têm feito grandes homens na sociedade cristã, mas pequenos e medíocres homens de Deus, quando deveria ser o contrario. Moises poderia ser um grande político, mas ao contrario se tornou um simples pastor de ovelha e um peregrino no deserto, mas acima de tudo com a promessa de um grande ministério em sua vida.

         Deus não nos chamou para ser advogados, psicólogos ou pedagogos, mas chamou os advogados, os  psicólogos e os pedagogos para serem seus servos. Deus chamou pastores para serem verdadeiros pastores e não meros aventureiros políticos em buscar e enriquecimentos ilícitos.

 

Ester: A órfã que se tornou rainha, mas acima de tudo predominou o zelo pelo seu povo, quando arriscou a própria vida em favor da sua gente. Será que encontraríamos alguém no Brasil que ousaria se sacrificar por um grupo, ou até, melhor dizendo; pela sua própria igreja?

 

Jesus: Para fecharmos essa lista de baluartes homens de Deus, concluímos com o nome que é sobre todo nome. Aquele que Deixou seu trono de Gloria, se tornou homem, viveu como homem  carnal e sentiu o mesmo que e você sentimos. Entrou-se em favor de todos para resgatar do inferno. Ninguém jamais alguém se ousou morrer, justo pelo injusto.

 

 

 

Conclusão:

 

Desde o nascimento da igreja, muitos homens deram suas vida por opção ao povo de Deus.

Corpos foram mutilados, outros queimados nas fogueiras de Roma império da inquisição. Sangues foram derramados nas arenas, mas como sementes espalhas ao vento, germinaram, multiplicaram e passaram fronteiras.

Desde Cristo até o século XXI, muitos se deram em favor da obra. Mas muitos nos dias presente tem se escondidos no comodismo e sossego da apostasia disfarçada. Que Deus tenha misericórdia de nós seus servos.  Amem.

 

Tenham todos um ótima Aula.

 

Pb Jaime Bergamim

 

 

 

 

 

 

Contato

J A I M E B E R G A M I M

jaimebergamim@bol.com.br e jaimebergamim@gmail.com.br

Fone: XXX (41) 3537.3738
tuitter:
@bergamimjaime
http://minist-jaimebergamim.webnode.com.br
Site da Igreja:
http://igrejaaltodacruz3.webnode.com

Pesquisar no site


A terceira idade; por que devo me preocupar se sou apenas um jovem.

Veja as causas

pbjaimebergamim.webnode.com.br/news/a-terceira-idade-eu-vou-chegar-la/

ORE E DIVULGUE NOSSO SITE

Crie um site gratuitoWebnode